4 dicas para a avaliação de qualquer atividade pedagógica dos professores

23/07/2019 em Coordenação escolar



4 dicas para a avaliação de qualquer atividade pedagógica dos professores

Todos sabem que nem toda atividade pedagógica precisa ser escrita, de fato. No entanto, vivemos em uma sociedade extremamente grafocêntrica, em que os registros ainda são muito valorizados e, por esse motivo, é bastante comum que as aprendizagens, formas de pensar e estratégias sejam registradas.

Por esse motivo, avaliar as atividades antecipadamente é uma boa maneira de se aproximar do trabalho do professor e orientá-lo quando for preciso.

Quando uma atividade não é autorizada, é importante reunir com o docente para esclarecer aspectos que pesaram na decisão.

A partir de cuidados como esses, é possível promover uma ação formativa e unir a equipe. Confira neste post algumas dicas importantes para que você possa analisar a pertinência ou não das propostas!

1. Verifique a diagramação e estética da atividade pedagógica

É fundamental que a presença da atividade em folha seja avaliada e, claro, se há espaço para a escrita do nome do aluno, da data e da turma.

Além disso, é importante conferir se há um espaço adequado para a realização das propostas.

Uma dica é sempre avaliar se há o nome da instituição de ensino, se não há a presença de desenhos estereotipados e, por fim, se não são muitas atividades em uma só folha.

Esses são detalhes importantes que vão garantir uma atividade adequada e produtiva para os alunos.

2. Faça uma análise da concepção que fundamenta a atividade pedagógica

A primeira ação a ser feita é verificar se a concepção que fundamenta a atividade é coerente à proposta pedagógica da escola.

De acordo com a perspectiva socioconstrutivista interacionista de aprendizagem prevista no PPP (Projeto Político-Pedagógico), as atividades com treinos mecanizados, repetitivos e que não promovem a reflexão e interação dos alunos são pouco interessantes e, por isso, dispensáveis.

Por esse motivo, o ideal é que o tempo didático seja aproveitado da melhor maneira possível por meio de excelentes situações de aprendizagem.

3. Verifique quais são os aspectos pedagógicos analisados

É fundamental verificar se o propósito da atividade está claro, coerente com o plano de ensino e descrito na folha.

Nessa etapa, também é preciso verificar se a atividade atende, de fato, ao objetivo que foi proposto. Em casos de obras de arte, de textos ou de diferentes imagens, é importante checar se existem referências.

4. Analise o nível de aprendizagem

É preciso analisar também se a proposta está de acordo com o nível da turma. Além disso, procure investigar se o professor previu variações para os ritmos e saberes diferentes dos estudantes.

Afinal, o que se espera é que o professor promova a participação e inclusão de todos os alunos da sala.

Todos esses cuidados jamais vão excluir um olhar mais perspicaz que é preciso ter na rotina da escola e que apenas a observação contínua vai garantir.

Uma boa forma de realizar essa análise é através e perguntas como:

  • Todas as atividades devem ser escritas?
  • Como elas estão sendo trabalhadas em sala de aula?
  • Os alunos estão muito tempo enfileirados ou sentados?
  • Quais as maneiras de variar e dinamizar o dia a dia e a organização da turma?

Por fim, é preciso lembrar, ainda, da importância do uso da tecnologia, jogos, dentre outras propostas que são excelentes formas de aprendizagem.

Como você pode perceber, as atividades pedagógicas são essenciais para o desenvolvimento do aluno . Por isso, é preciso fazer uma avaliação para que essa questão não seja comprometida.

Então, é sempre importante acompanhar e analisar as propostas.


E aí, gostou do conteúdo do post? Então, conheça a importância do planejamento estratégico escolar!

Leia também

Share via
Copy link
Powered by Social Snap