5 estratégias para melhorar o desempenho dos alunos

12/07/2019 em Coordenação escolar



5 estratégias para melhorar o desempenho dos alunos

Melhorar o desempenho dos alunos nem sempre é uma tarefa fácil. Porém, toda escola que deseja manter o seu nível de qualidade e aumentar o interesse dos estudantes precisa tomar algumas atitudes nessa direção.

Um bom desempenho não significa apenas boas notas no final do ano: ele está diretamente ligado ao conhecimento, o que significa que os estudantes estarão motivados e mais bem preparados para o próximo ano letivo. Afinal, garantir um bom aprendizado é a chave para o sucesso do aluno não só na escola, mas em toda sua vida.

Pensando nisso, preparamos este artigo com algumas dicas para elevar o desempenho dos alunos na sala de aula. Confira!

1. Conscientize os alunos

O primeiro passo é mostrar para os alunos a importância das aulas e de todos os conteúdos que são apresentados diariamente. É fundamental que todos compreendam que o tempo que eles passam na escola deve ser aproveitado da melhor forma possível.

Por isso, estimule reflexões e debates que permitam aos jovens estabelecer seus objetivos de vida, tirar suas próprias conclusões e pensar o que gostariam de aproveitar e aprender dentro do universo escolar.

2. Aplique o conteúdo na prática

Aulas completamente expositivas não são a única possibilidade de ensinar dentro da sala de aula. É muito importante que os professores consigam trabalhar com novas estratégias para deixar as aulas mais atraentes e, consequentemente, melhorar o desempenho dos alunos.

Uma opção é fornecer exemplos práticos para a teoria e contextualizá-los de acordo com a realidade dos estudantes. Isso faz com que o processo de aprendizagem seja mais dinâmico, permitindo que o aluno crie conexões com tudo que já conhece e facilitando o entendimento das disciplinas.

3. Conte com o auxílio da tecnologia

A tecnologia já está muito presente no dia a dia dos alunos. Por isso, em vez de competir com as inovações tecnológicas, a escola deve transformá-las em aliadas na sala de aula. Já existem diversos recursos à disposição dos professores, como os que trabalham com realidade virtual e aumentada, gamificação e outras estratégias.

Essas ferramentas abrem caminhos para novas possibilidades didáticas e são úteis para diversificar as metodologias de ensino, além de aumentar a atenção e o engajamento dos estudantes.

4. Dê feedbacks

Fornecer feedbacks para os alunos sobre o que eles estão melhorando é muito interessante e produtivo para que todos se sintam confiantes. Além disso, é possível aproveitar a oportunidade para corrigir os erros que eles estejam cometendo.

Para um parecer mais efetivo, seja claro e mostre empatia. Saiba reconhecer as limitações e competências de cada um, sempre sugerindo formas de melhorar os pontos que precisam ser aperfeiçoados.

5. Deixe as aulas mais dinâmicas

Tornar as aulas mais divertidas é muito interessante, pois mantêm os alunos mais interessados e participativos, o que se reflete no desempenho da turma. Para isso, os professores podem usar a criatividade e desenvolver jogos, brincadeiras e gincanas que permitam que os conteúdos sejam trabalhados de forma dinâmica e lúdica.

Diferentes espaços da escola podem ser explorados durante as atividades, como o pátio, a biblioteca e a sala de informática. Isso torna a rotina mais leve e o ambiente escolar mais produtivo.

Por meio de avaliações frequentes, os professores conseguem coletar informações para analisar e entender se as estratégias estão funcionando. Além disso, é possível compreender como podem ajudar cada estudante a superar suas próprias dificuldades e, dessa forma, aumentar o desempenho dos alunos.


Gostou do nosso conteúdo? Então, não deixe de nos seguir nas redes sociais para receber novas informações diretamente no seu feed. Estamos no LinkedIn e no Facebook!

Veja também

Share via