Segurança dos alunos: conheça 5 práticas para evitar acidentes na escola

16/07/2019 em Coordenação escolar



Segurança dos alunos: conheça 5 práticas para evitar acidentes na escola

Quando se trabalha com crianças e adolescentes é imprescindível preparar-se para lidar com algumas situações inesperadas, sendo a melhor forma de superá-las a prevenção. As quedas são as grandes responsáveis pela admissão hospitalar de crianças que sofrem acidentes na escola.

De acordo com o Inmetro, mais de seis mil crianças foram internadas após sofrer acidentes em playgrounds em um período de 15 anos

Por isso, é imprescindível que se estime pela segurança dos alunos nas escolas, a fim de impedir que acidentes aconteçam.

Pensando nisso, sugerimos algumas dicas que podem ser proveitosas na rotina da escola para evitar que acidentes aconteçam. Confira!

1. Identifique os locais que oferecem riscos

Além de visitas de profissionais da saúde e de treinamento especializado, é preciso olhar para o espaço interno da instituição de ensino.

Nesse sentido, alguns locais devem ser verificados e adaptados para a proteção dos estudantes e, consequentemente, de todos. São eles:

  • pátio: é fundamental manter o piso sem buracos e extremamente nivelado, além disso, evitar o piso de cimento áspero, uma vez que pode machucar em casos de queda;
  • quadra da escola: conferir se o piso está firme, se não existem materiais enferrujados e se há proteção na arquibancada para evitar que os alunos levem “boladas”;
  • brinquedoteca: uma excelente ideia é fazer um reforço com o “piso emborrachado”, que pode ser colorido, com números, desenhos e letras;
  • escadas: devem contar com fitas antiderrapantes e precisam ter degraus sinalizados.

2. Passe as orientações diariamente

Um fator que aumenta significativamente as chances de acidentes na escola é a falta de crédito dada a algumas medidas básicas de segurança.

Os alunos, por considerarem algumas orientações óbvias, acabam por ignorá-las. É o caso de:

  • amarrar os tênis para evitar tropeços;
  • não correr nos corredores e escadas;
  • utilizar sapatos adequados às práticas esportivas.

Essas são algumas medidas que precisam ser seguidas à risca, já que os estudantes podem se machucar gravemente. Então procure salientar tais itens diariamente.

3. Adapte os espaços

Alguns espaços devem ser adaptados. Veja alguns:

  • corrimão: todas as escadas precisam ter corrimões que devem ser verificados periodicamente, visando a garantia de que estejam em perfeitas condições;
  • fiação: é importante verificar a fiação, os aparelhos e as tomadas. Caso apresentem riscos, protetores de tomadas devem ser inseridos. Fiação exposta na escola, nem pensar!
  • vidros: um grande perigo no ambiente escolar são vidros quebrados. Por esse motivo, o ideal é que os funcionários sejam treinados para conferir janelas e portas. Caso achem algo quebrado, devem comunicar ao profissional responsável;
  • extintores: os extintores de incêndio devem ser colocados segundo as orientações do corpo de bombeiros.

4. Identifique situações que provocam acidentes na escola

Conheça algumas situações que mais provocam lesões em estudantes:

  • brigas: as brigas entre alunos podem causar arranhões e machucados sérios. Para evitá-las, é fundamental que haja mediadores para auxiliar nos desentendimentos;
  • hora do intervalo: esse é o momento em que os alunos ficam agitados e podem acabar brigando. Para evitar problemas, é importante inserir professores ou supervisores no parque da escola, por exemplo;
  • durante as aulas: seja na aula de artes, seja durante uma prática esportiva, prevenção é a palavra-chave. É preciso conversar com os estudantes e explicar o uso adequado dos materiais e também o desenvolvimento das atividades.

5. Atente às regras da ABNT

É indispensável que tudo que envolva o parque da escola seja cuidadosamente escolhido. Isso envolve materiais, áreas ao entorno, brinquedos e piso adequado.

A escolha do playground apropriado também é fundamental.

De acordo com as normas da ABNT, os pisos de segurança precisam fazer parte dos playgrounds. Dessa forma, acidentes com os alunos são evitados.

Os pisos de borracha tendem a ser os mais indicados e têm por característica:

  • absorver o impacto das quedas;
  • prevenir acidentes mais graves;
  • evitar escorregões; e
  • proporcionar um aspecto visual lúdico.

Em suma, acidentes na escola devem ser evitados para que os alunos possam se desenvolver sem sofrer traumas. Além disso, traz para a escola mais confiança e credibilidade.

Então, preocupe-se com essas questões para evitar problemas com os pais dos alunos e garantir a segurança de todos.


Gostou deste texto? Quer saber mais sobre o assunto? Então leia também nosso artigo sobre “Como aumentar a segurança nas escolas sem medidas invasivas”. Boa leitura!

Veja também

Share via